O ARM (Azure Resource Manager) permite gerenciar os componentes de uma solução no Azure – componentes como bancos de dados, máquinas virtuais e aplicativos Web. Este tutorial demonstra como habilitar a autenticação no Azure Active Directory, registrar uma das APIs do ARM como um conector personalizado e conectá-lo no PowerApps. Isso poderá ser útil se você desejar gerenciar os recursos do Azure diretamente em um aplicativo. Para obter mais informações sobre o ARM, consulte Visão geral do Azure Resource Manager.

Pré-requisitos

Habilitar a autenticação no Azure Active Directory

Primeiro, precisamos criar um aplicativo do Azure Active Directory (AAD) que executará a autenticação ao chamar o ponto de extremidade de API do ARM.

  1. Conecte-se com o Portal do Azure. Se você tiver mais de um locatário do Azure Active Directory, verifique se que você está conectado no diretório correto conferindo o seu nome de usuário no canto superior direito.

    Nome de usuário

  2. No menu à esquerda, clique em Mais serviços. Na caixa de texto Filtro, digite Azure Active Directory e, em seguida, clique em Azure Active Directory.

    Azure Active Directory

    A folha do Azure Active Directory abre.

  3. No menu na folha do Azure Active Directory, clique em Registros do aplicativo.

    Registros do aplicativo

  4. Na lista de aplicativos registrados, clique em Adicionar.

    Botão Adicionar

  5. Digite um nome para seu aplicativo, deixe aplicativo Web / API selecionado e, em seguida, para URL de logon, digite https://login.windows.net. Clique em Criar.

    Novo formulário do aplicativo

  6. Clique no novo aplicativo na lista.

    Novo aplicativo na lista

    A folha de aplicativo registrado abre. Anote o ID do aplicativo. Vamos precisar dele posteriormente.

  7. A folha Configurações também deve ter aberto. Caso contrário, clique no botão Configurações.

    Botão Configurações

  8. Na folha Configurações, clique em URLs de resposta. Na lista de URLs, adicione https://msmanaged-na.consent.azure-apim.net/redirect e clique em Salvar.

    URLs de resposta

  9. Na folha Configurações, clique em Permissões necessárias. Na folha de Permissões necessárias, clique em Adicionar.

    Permissões necessárias

    A folha adicionar acesso de API abre.

  10. Clique em Selecionar uma API. Na folha que abre, clique na opção para a API de gerenciamento de serviços do Azure e clique em Selecionar.

    Selecione uma API

  11. Clique em Selecionar permissões. Em Permissões delegadas, clique em Acessar o gerenciamento de serviços do Azure como usuários da organização e, em seguida, clique em Selecionar.

    Permissões delegadas

  12. Na folha adicionar acesso de API, clique em Concluído.

  13. De volta a folha Configurações, clique em Chaves. Na folha Chaves, digite uma descrição para a sua chave, selecione um período de expiração e, em seguida, clique em Salvar. Sua chave nova será exibida. Anote o valor da chave, pois também será necessário mais tarde. Você pode fechar o portal do Azure agora.

    Criar uma chave

Adição da conexão no PowerApps

Agora que o aplicativo do AAD está configurado, vamos adicionar o conector personalizado.

  1. Em powerapps.com, no menu à esquerda, selecione Conexões. Selecione as reticências (...) e, em seguida, selecione Gerenciar conectores personalizados no canto superior direito.

    Dica: se você não souber o local em que os conectores personalizados são gerenciados em um navegador móvel, ele poderá estar em um menu no canto superior esquerdo.

    Criar um conector personalizado

  2. Selecione Criar um conector personalizado.

    Propriedades do conector personalizado

  3. Digite um nome para a conexão e, em seguida, carregue o arquivo OpenAPI do ARM de exemplo. Clique em Continuar.

    Conectar-se a um novo ponto de extremidade de API

  4. Na próxima tela, como o arquivo OpenAPI usa nosso aplicativo do AAD para autenticação, precisamos fornecer ao PowerApps algumas informações sobre nosso aplicativo. Em ID do cliente, digite ID do aplicativo AAD anotado anteriormente. Para o segredo do cliente, use a chave. E, finalmente, para a URL de recurso, digite https://management.core.windows.net/.

    Importante: lembre-se de incluir a URL de Recurso exatamente conforme escrito acima, incluindo a barra à direita.

    Configurações de OAuth

  5. O conector personalizado agora está registrado e pode ser consumido no PowerApps ou no Microsoft Flow.

    Conector personalizado adicionado

    Observação: o OpenAPI de exemplo não define o conjunto completo de operações do ARM e, atualmente, contém somente a operação Listar todas as assinaturas. É possível editar esse arquivo OpenAPI ou criar outro arquivo OpenAPI usando o editor de OpenAPI online. Esse processo pode ser usado para acessar qualquer API RESTful autenticado usando o AAD.

Próximas etapas

Para obter mais informações sobre como criar um aplicativo, confira Como criar um aplicativo de dados.

Para obter mais informações sobre como usar um fluxo em um aplicativo, confira Como iniciar um fluxo em um aplicativo.

Para fazer perguntas ou comentários sobre conectores personalizados, participe de nossa comunidade.