Personalizar a aplicação (Common Data Service)

Tópico seguinte

Adicionar uma origem de dados e um fluxo (Common Data Service)

Continuar

Assistir novamente

Nos dois primeiros tópicos desta secção, gerou uma aplicação a partir de uma entidade do Common Data Service e explorou a aplicação para compreender melhor a composição de aplicações com três ecrãs. A aplicação gerada pelo PowerApps é útil, mas é muito comum personalizar as aplicações depois de serem geradas. Neste tópico, vamos recapitular algumas das alterações relacionadas com o ecrã de procura da aplicação. Pode personalizar qualquer um dos ecrãs, mas vamos dedicar-nos a um deles e aprofundar um pouco mais a questão das personalizações. Incentivamo-lo a utilizar qualquer umas das aplicações geradas por si (a partir de uma entidade, ficheiro de Excel ou outra origem) e ver até que ponto a pode personalizar. É, sem dúvida, a melhor forma de perceber como as aplicações são estruturadas.

Alterar a galeria e os enlaces de dados

Quando a aplicação é gerada pelo PowerApps, é tomada uma decisão quanto ao esquema a utilizar e os campos específicos a mostrar em cada ecrã. Para esta aplicação, vamos escolher um controlo de galeria que tem uma barra de estado (vamos personalizar a barra de estado daqui a nada). No painel da direita, no separador Esquema, selecione o esquema pretendido. Os resultados são apresentados imediatamente, porque o PowerApps atualiza a aplicação à medida que faz as alterações.

Alterar o esquema do ecrã de procura

Uma vez escolhido o esquema básico certo, altere os campos apresentados. Clique ou toque num campo do primeiro item e, no painel da direita, altere os dados apresentados para cada item. Isto fornece um resumo melhor de cada item na entidade.

Alterar os campos do ecrã de procura

Alterar o tema da aplicação

O PowerApps proporciona um conjunto de temas que pode utilizar na aplicação, muito à semelhança do PowerPoint. No ecrã seguinte, verá o tema Dune aplicado e um logótipo simples que colámos na aplicação. Estas são alterações básicas, mas podem contribuir substancialmente para a melhoria do aspeto da sua aplicação.

Alterar o tema e adicionar um logótipo

Utilizar uma fórmula para mostrar o estado de casos

Uma das principais vantagens do PowerApps é não ter de escrever código de aplicação tradicional. Não precisa de ser programador para criar aplicações! No entanto, continua a precisar de uma forma de expressar lógica numa aplicação e de controlar a navegação, a filtragem, a ordenação e outras funcionalidades da mesma. É nesta vertente que as fórmulas se mostram úteis.

Se já utilizou fórmulas do Excel, irá reconhecer semelhanças na abordagem do PowerApps. Suponha que quer mostrar a barra de estado a verde se um caso estiver resolvido ou a vermelho em caso contrário. Para tal, selecione o controlo de estado no ecrã e, em seguida, defina a propriedade Fill desse controlo com esta fórmula na barra de fórmulas: If(Status="Resolved", Color.Green, Color.Red). É semelhante a uma fórmula do Excel, com a diferença que as fórmulas do PowerApps fazem referência a controlos e outros elementos da aplicação em vez de referenciarem células numa folha de cálculo. A imagem seguinte mostra onde definir a fórmula e o resultado na aplicação.

Fórmula para mostrar o estado do caso

Ordenar e filtrar com base na data

No ecrã de procura, a aplicação gerada permite-lhe procurar casos e ordenar a lista de itens na galeria. Vamos remover a funcionalidade de pesquisa e ordenação para, em contrapartida, mostrar os casos com base numa data. Pode combinar estes métodos, mas vamos concentrar-nos na abordagem que tem por base a data para esta aplicação. A imagem abaixo apresenta-lhe os itens que adicionámos:

  • Uma etiqueta de texto ("Show cases after:", “Mostrar casos após:”) para que os utilizadores saibam o que fazer: Insert “Inserir” > Text (Texto) > Text box (Caixa de texto); altere a fórmula de Fill (Preencher) para White (Branco).
  • Um seletor de datas: Insert (Inserir) > Controls (Controlos) > Date picker (Seletor de datas).
  • Uma fórmula que liga a propriedade Items da galeria de procura ao seletor de datas: Filter(Case, DatePicker1.SelectedDate < LastModifiedDateTime).

A data está definida como 20 de outubro e, como pode constatar nos resultados apresentados, a aplicação mostra os casos criados após esta data. Tenha em atenção que, por predefinição, todos os casos na entidade têm a mesma data de última modificação. Pode atualizar um ou mais para ver como funciona a filtragem. O tópico de como trabalhar com dados de entidades será abordado mais adiante no curso.

Aplicação atualizada para utilizar o seletor de dados

Mostrar o número total de casos

Estamos a lidar com muita informação, mas estamos quase a terminar o capítulo das personalizações. O último passo que iremos praticar neste tópico consiste em adicionar caixas de texto que mostram dois números: o número total de casos e o número de casos que correspondem ao filtro baseado na data.

Mostrar o total de casos e os casos filtrados

O vídeo explica como adicionar as duas caixas de texto de forma mais detalhada, mas aqui fica o essencial sobre as propriedades a definir para cada caixa de texto:

  • Align = Center
  • Width = Parent.Width/2
  • Text = "Total cases: " & CountRows(Case) da caixa esquerda. Inclui todos os casos contidos na entidade.
  • Text = Filtered cases: " & CountRows(BrowseGallery1.AllItems) da caixa direita. Inclui apenas os casos que correspondem ao filtro baseado na data.

Com isto, terminamos o tema das personalizações da aplicação. No tópico seguinte, iremos adicionar uma origem de dados e um fluxo e mostrar-lhe a aplicação acabada.