Skip to main content

Gerar uma aplicação (Common Data Service)

Tópico seguinte

Explorar a aplicação gerada (Common Data Service)

Continuar

Assistir novamente

Nesta secção do curso, vamos criar uma aplicação com base nas entidades do Common Data Service. As entidades são segmentos de dados partilhados que podem ser modificados, armazenados, obtidos e com os quais se pode interagir. Iremos gerar a aplicação a partir de uma entidade, mostrar-lhe como personalizar a aplicação, adicionar outra origem de dados e chamar um fluxo da aplicação. Se já tiver concluído a secção sobre a criação de uma aplicação a partir de uma lista do SharePoint, iremos abranger parte do mesmo conteúdo mas com mais profundidade, sobretudo em torno da personalização da aplicação.

Iremos criar uma aplicação de gestão de casos que poderia ser utilizada por um departamento de TI para controlar, definir prioridades e atuar em problemas de hardware e software da organização. À medida que revê os tópicos, também poderá pensar em outras utilizações para uma aplicação como esta. Estamos a utilizar dados do Common Data Service porque é adequado para armazenar os dados da aplicação, mas poderia criar a mesma aplicação com uma origem de dados diferente.

O PowerApps inclui um modelo de Gestão de Casos mais complexo, que utiliza as mesmas entidades da aplicação que iremos criar. Depois de concluir esta secção, aconselhamo-lo a explorar esse modelo para obter uma noção do que pode criar no PowerApps.

Criar uma base de dados do Common Data Service

O primeiro passo para criar esta aplicação é criar uma base de dados do Common Data Service, se ainda não tiver uma. Pode criar uma base de dados do Common Data Service num ambiente. Um ambiente é um contentor para aplicações e outros recursos (irá obter mais informações sobre ambientes, mais tarde no curso). Um administrador de ambiente pode seguir estes passos para criar uma base de dados (se não for administrador, consulte o administrador da sua organização).

No separador Home (Base), clique em Create Database (Criar Base de Dados).

Criação de uma base de dados do Common Data Service

Especifique se pretende restringir o acesso à base de dados (iremos mantê-la aberta) e, em seguida, clique em Criar a minha base de dados.

Especificação do acesso ao Common Data Service

Quando o processo estiver concluído, poderá ver todas as entidades padrão que estão incluídas no modelo de dados comum. Algumas delas são mostradas abaixo.

Entidades padrão do Common Data Service

Gerar uma aplicação a partir da entidade Caso

Agora que a base de dados foi criada, iremos ligar à entidade Caso e gerar uma aplicação. Clique em Nova aplicação e em PowerApps Studio para a Web.

Nova aplicação em PowerApps Studio para a Web

Estamos a criar uma aplicação para telemóvel, para uma entidade do Common Data Service, por isso, em Common Data Service clique ou toque em Esquema de telemóvel.

Aplicação para telemóvel a partir do Common Data Service

No ecrã seguinte, escolha uma ligação e uma entidade à qual ligar e clique em Ligar.

Ligar à entidade Caso

Depois de clicar em Ligar, o PowerApps começa a gerar a aplicação. O PowerApps faz todo o tipo de inferências sobre os dados, de modo a gerar uma aplicação útil como um ponto de partida.

Ver a aplicação no PowerApps Studio

A sua nova aplicação com três ecrãs é aberta no PowerApps Studio. Todas as aplicações geradas a partir de dados têm o mesmo conjunto de ecrãs:

  • O ecrã de procura: onde pode procurar, ordenar, filtrar e atualizar os dados retirados da lista, bem como adicionar itens ao clicar no ícone (+).
  • O ecrã de detalhes: onde pode ver mais detalhes sobre um item e pode optar por eliminar ou editar o item.
  • O ecrã editar/criar: onde pode editar um item existente ou criar um novo.

Clique ou toque em cada ecrã na barra de navegação à esquerda.

A aplicação gerada

Em seguida, vamos explorar a aplicação de forma mais detalhada e, mais tarde, personalizar a aplicação de modo a melhor se adequar às nossas necessidades.