Tecnologias relacionadas

Tópico seguinte

Uma vista rápida da criação de aplicações no PowerApps

Continuar

Assistir novamente

As tecnologias que se seguem são, muitas vezes, utilizadas com o PowerApps para criar e partilhar aplicações robustas na sua organização. As suas aplicações podem integrar dados de várias origens e incluir fluxos de trabalho que automatizam as tarefas.

  • Microsoft Flow - crie fluxos de trabalho automatizados entre as suas aplicações e serviços favoritos
  • Origens de dados, ligações e conectores e gateways - importe os dados da cloud e no local para as suas aplicações
  • Common Data Services - integre dados de negócio com o modelo de dados comum
  • Microsoft Dynamics 365 - execute todas as suas aplicações de negócio na Web
  • Microsoft AppSource - partilhe as suas aplicações neste local centralizado para a Microsoft e os nossos inúmeros parceiros

Microsoft Flow

O Microsoft Flow é um serviço que visa automatizar o fluxo de trabalho no número crescente de aplicações e serviços de que dependem os utilizadores empresariais. O Microsoft Flow pode agilizar o seu negócio, de modo a despender menos tempo em tarefas banais e repetitivas e mais tempo a fazer o que realmente quer. Utilize o Microsoft Flow em conjunto com o PowerApps para criar aplicações que acionam e respondem a fluxos de trabalho.

Microsoft Flow

Origens de dados, ligações e conectores e gateways

Existem muitas origens de dados que podem ser importantes para si e o PowerApps utiliza conectores para estabelecer ligações com estas origens de dados. Algumas das origens de dados mais populares são apresentadas abaixo, sendo muitas delas serviços cloud, como o Salesforce. Os conectores podem não ser a área mais arrebatadora do desenvolvimento de aplicações, mas são essenciais para processar os dados que mais lhe interessam, a si, aos seus colegas e aos seus clientes. No que se refere aos dados armazenados no local, e não na cloud, utiliza um gateway para fornecer uma ligação fiável entre o PowerApps e a sua origem de dados. O gateway está localizado num computador local e comunica com o PowerApps.

Origens de dados e conectores do PowerApps

Microsoft Common Data Service

O Common Data Service simplifica a integração dos dados de negócio de várias origens. O serviço apresenta um modelo de dados comum que inclui muitas entidades comuns a aplicações e processos de negócio: entidades como Contact, Product e Sales Order. O serviço armazena os dados de uma forma escalável e fiável, disponibilizando-os de modo a que possam ser utilizados por várias aplicações. As aplicações podem ser aplicações que cria no PowerApps, outras aplicações Microsoft ou aplicações de terceiros. A imagem abaixo mostra uma parte da entidade Contact no site web.powerapps.com.

Entidade Contact do PowerApps

Microsoft Dynamics 365

O Dynamics 365 é um serviço cloud com aplicações criadas para fins específicos que lhe permitem dar resposta a necessidades empresariais concretas, como a automatização de vendas, operações ou o suporte ao cliente. No PowerApps, partilha as aplicações no AppSource e, depois disso, os utilizadores com quem as partilhou veem-nas e executam-nas no Dynamics 365, bem como em dispositivos móveis. A vantagem de ter as aplicações no Dynamics 365 reside no facto de ter um só local para executar todas as suas aplicações de negócio, sejam elas de criadores da sua organização, da Microsoft e de terceiros.

Microsoft Dynamics 365

Microsoft AppSource

O AppSource é o local onde pode localizar e avaliar facilmente as aplicações dos seus colegas, da Microsoft e dos nossos parceiros. Quando partilha uma aplicação do PowerApps, pode disponibilizá-la no AppSource. Pode optar por disponibilizá-la apenas para as pessoas da sua organização ou publicamente.

Microsoft AppSource

Agora, já dispõe de um pouco mais de informação sobre todas as partes do PowerApps e sobre as tecnologias relacionadas. Não se sinta na obrigação de memorizar a lista, uma vez que vamos continuar a aprofundar os seus conhecimentos acerca de cada uma das partes ao longo deste curso. Segue-se uma introdução às opções que tem à sua disposição para criar aplicações.