Bem-vindo! No PowerApps, pode gerir dados organizacionais ao executar uma aplicação que tenha criado ou que outra pessoa tenha criado e partilhado consigo. As aplicações são executadas em dispositivos móveis como telefones, ou pode executá-las num browser abrindo o Dynamics 365. Pode criar uma variedade infinita de aplicações – tudo isto sem uma linguagem de programação como o C#.

Se não estiver familiarizado com o desenvolvimento de aplicações, pode ver como é criada uma simples aplicação ao gerar uma automaticamente com base numa única origem de dados e, em seguida, personalizar a aplicação para que se adapte melhor às suas necessidades. Este vídeo mostra-lhe como em cinco minutos:

Após gerar automaticamente uma aplicação de, por exemplo, uma lista do SharePoint personalizada, pode alterar a forma como a aplicação apresenta todos os itens, detalhes sobre cada item, e opções para criar ou editar um item. Também pode abrir uma aplicação de exemplo ou um modelo para descobrir o que é possível fazer com o PowerApps e para compreender melhor como se cria aplicações mais complexas.

Com alguma experiência e criatividade, pode desenvolver as suas próprias aplicações a partir do zero. Pode ligar a origens de dados, adicionar elementos de IU (denominados controlos) e especificar o comportamento de aplicação por criação de fórmulas. Ao começar por baixo e desenvolver as suas competências ao seu próprio ritmo, pode criar e partilhar aplicações que reinventam a forma como a sua organização gere dados. Está pronto para dar o primeiro passo?

Gerar automaticamente uma aplicação

Para gerar uma aplicação automaticamente, tem de especificar uma origem de dados tal como qualquer uma das seguintes:

  • o Common Data Service
  • uma base de dados SQL Server
  • Salesforce
  • Dynamics 365
  • Livro do Excel (numa conta de armazenamento na nuvem)

Para obter instruções passo-a-passo, veja Criar uma aplicação para gerir dados no SharePoint. O tópico foi elaborado para o SharePoint, mas os princípios nele contidos aplicam-se a outros tipos de origens de dados.

Personalizar uma aplicação

Se, por predefinição, a aplicação gerada não se adaptar às suas necessidades, pode personalizá-la. Por exemplo, pode querer mostrar dados diferentes ou os mesmos dados num controlo diferente.

Para obter ideias sobre como melhorar ainda mais a sua aplicação, pode abrir uma aplicação de exemplo para ter uma ideia do que pode elaborar com alguma criatividade e um pouco de experiência.

Exemplos de aplicações

Também pode criar uma aplicação a partir de um modelo. Cada modelo tem por base dados fictícios de uma conta na nuvem, como o Dropbox. Explore ecrãs e controlos específicos para compreender como estão configurados, e experimente a personalização para descobrir técnicas que pode aplicar às suas aplicações.

Criar uma aplicação do zero

Depois de ter gerado automaticamente uma aplicação ou duas e de ter ganho alguma experiência na personalização, também pode criar uma aplicação do zero. Ao trabalhar desde a raiz, ganha flexibilidade na estrutura, fluxo e controlos da aplicação, e pode incorporar uma maior variedade de origens de dados.

Para obter explicações detalhadas de alguns conceitos que serão necessários, veja estes tópicos:

Partilhar e executar uma aplicação

Quando concluir a sua aplicação, pode partilhá-la com outras pessoas na sua organização, e executar as suas próprias aplicações ou aplicações partilhadas num browser ou num telefone.

Mais informações

Este tópico é uma descrição geral de alto nível do que pode fazer com o PowerApps, embora as possibilidades sejam ilimitadas. Pode encontrar informações de referência e procedimentos passo-a-passo nos tópicos apresentados na margem esquerda desta página. Se tiver uma pergunta detalhada que não seja abordada nos tópicos: